UMA MÁGICA QUE LEVOU 34 ANOS PARA ACONTECER

Em 3 de junho de 1997, o famoso mágico Teller realizou um truque que começou a elaborar em 1963. Ele esperou 34 anos para realizar uma atuação única.

Tudo começou em 1963 quando o futuro integrante da dupla Penn & Teller estudava Letras em Nova Jersey. Certo dia, um de seus professores leu para a classe um conto intitulado “Enoch Soames”, escrita pelo britânico Max Beerbohm em 1916. O protagonista desse conto, Enoch Soames, é um escritor medíocre e vaidoso que vive no final do século XIX e que um dia recebe uma oferta tentadora do Diabo: viajar para o futuro para ler as resenhas sobre a sua vida, em troca, é claro, de sua alma.

Enoch Soames por Max Beerhorm
(Clique na imagem para ampliá-la)

Soames aceita o pacto e é transportado para a Biblioteca do Museu Britâncio de Londres, às 14:10 do dia 3 de junho de 1997, onde descobre que a única referência a sua pessoa é um conto escrito por Max Beerbohm. Ao ouvir a história Teller começou a idealizar um truque de mágica que viria a executar 34 anos mais tarde. Assim, na tarde de 3 de junho de 1997, 30 minutos antes das 14:10, Teller se apresentou na Biblioteca do Museu Britânico.

Ele não sabia se o truque funcionaria, já que não podia prever quantas pessoas dentre as que haviam lido de Max Beerbohm sentiriam alguma curiosidade para estar presente na hora em que Soames apareceria na biblioteca. Para a sua surpresa, descobriu que pouco mais de dez pessoas esperavam a chegada do personagem literário. Entre estes, uma mulher que havia viajado da Califórnia e um espanhol que viera de Madrid. Neste momento Teller soube que seu número seria um sucesso.

Justo quando o relógio marcava 14:10 um homem cuja descrição correspondia com a descrição de Enoch Soames e vestido com a roupa habitual do fim do século XIX apareceu do nada e aproximou-se do bibliotecário. Ali, pediu para ver os catálogos de livros e, após folheá-los por alguns momentos, dirigiu-se à estante onde se encontrava a obra de Max Beerbohm.

O misterioso personagem abriu o livro e, com uma expressão de desapontamento, sacudiu a cabeça, fechou o livro e desapareceu entre as estantes. As doze pessoas que conheciam a história ficaram atônitas. Teller jamais disse aos presentes que havia dedicado vários meses para encontrar um ator que fosse idêntico a Soames, nem que havia visitados inúmeras lojas de fantasias até encontrar uma que tivesse um impermeável da mesma cor que Beerbohm havia descrito em seu livro, nem a forma que usou para esconder o ator entre duas estante spara simular que ele havia aparecido assim do nada.

Teller simplesmente saiu satisfeito em saber que seu número, o qual havia esperado por cerca de 34 anos, havia funcionado perfeitamente, impressionando uma dúzia de amantes da história de Enoch Soames.

Enoch Soames, por William Rothenstein in 1895
(Clique na imagem para ampliá-la)

OBS: Caso queira ler o conto completo, clique aqui (em inglês). Créditos: Projeto Guttemberg.org

REFERÊNCIAS

Extraído e adaptado de: site ABC.es; caderno “Meyos y Redes”

Imagens: Enoch Soames, na Wikipedia

Um comentário sobre “UMA MÁGICA QUE LEVOU 34 ANOS PARA ACONTECER

  1. Brilhante, é isso que me faz amar tanto a mágica. Ele deu a essas pessoas, algo único, que nenhum dinheiro seria capaz de comprar.

    A mágica é isso, não tem nada haver com enganar ninguém, mas com encantar pessoas. Admiro muito essa profissão, exercida por aqueles que a fazem de coração.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s