OS RELÓGIOS MISTERIOSOS

Um show de mágica foi anunciada em uma cidade como “Duas Horas de Mágica”. O show deveria começar às 20:00 horas. No hora do show, o teatro estava lotado. 20:00 em ponto e as cortinas continuavam fechadas. 20:30 e nada de show. 21:00, 21:30… Os espectadores começaram a ficar zangadas, mas ninguém deixou o teatro.

Às 22:00 as cortinas se abriram e o mágico subiu ao palco. Agora as pessoas queriam esganá-lo. Vaiaram o mágico e lhe perguntaram se o o espetáculo não deveria ter começado às 20:00. O mágico gentilmente lhes respondeu: “Mas senhoras e senhores, olhem para os seus relógios. São 20:00

Todos olharam para os seus relógios e espanto: Todos os relógios marcavam 20:00 em ponto. Todos ficaram muito confusos.

Mas isso não foi nada se comparado a que viria depois. De repente o teatro começou a encher-se de água Logo todos estavam com água até a altura do pescoço e começaram a gritar: “Por favor Senhor Mágico… Nós todos vamos nos afogar“. Então, tão logo toda a água desapareceu, todos estavam completamente e misteriosamente secos.

Neste momento o mágico diz: “Eu gostaria de agradecer a vocês, senhoras e senhores, por virem ao meu show. Este é o fim“.

O quê?” todos disseram, “Você começou o seu show não faz nem cinco minutos“.

Não” disse o mágico. “Eu anunciei ‘Duas Horas de Mágica’ e foi isso que eu dei a vocês. Por favor olhem seus relógios

Todos olharam e, você já sabe, todos os relógios marcavam 22:00.

Com isso todos ficaram pasmos, atordoados demais para reagir.

Esta é uma lenda muito comum nos países Latinos Americanos e na Espanha. Como toda lenda existem algumas variantes, por exemplo sem a água no teatro.

Possivelmente ela tenha nascido da união de várias lendas/histórias. O mais provável é que tenha nascido do causo de um mágico em Londre s que disse que entraria em uma garrafa, e mais um monte de outros efeitos fantásticos. Pois bem, o mágico anunciou o show, vendeu os ingressos e nunca apareceu. a multidão enfurecida incediou o teatro.

Já o trecho da inundação pode ter vindo de um espetáculo de Cervantes chamado “El Retablo de las Maravillas” uma releitura de “A Roupa Nova do Rei”. Alguns dizem ter em visto uma inundação e de repente criou-se um delírio coletivo.

Fonte: Mago Marco na  e-zine “The Learned Pig” Vol. 1 Nº 1 de 29 de setembro de 1999.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s